Rastros do invisível no cinema: a perspectiva do olhar ausente

Autores

  • Ricardo Weschenfelder

Palavras-chave:

cinema, invisível, olhares, rastros

Resumo

a discussão aqui apresentada insere-se nos estudos sobre audiovisualidades nas mídias que têm seu foco de pesquisa na atualização do audiovisual em relação à sua significação, produção, consumo e capacidade de gerar novas culturas (Parente 1996; Silva 2009; Machado 2007; Kilpp 2008, 2010). Neste artigo, especificamente, discutimos o invisível no cinema, isto é, formas dialéticas de presença e ausência em imagens em movimento. Para isso, construímos o conceito “olhos ausentes” para rastrear o deslocamento dos olhares que se mostram e se escondem, dentro e fora de quadro. A ideia central presente nesse conceito é que o deslocamento é realizado pelos olhos (da câmera, dos personagens e do espectador) que se ausentam momentaneamente para dar lugar a outras formas de presença. Em termos teóricos, os conceitos de “aura” e de “rastros” de Benjamin (2007) nos ajudam a interpelar o invisivel no visível do plano cinematográfico. Dentro dessa perspectiva realizamos a análise de uma cena do filme O Eclipse (1962) de Michelangelo Antonioni, utilizando o procedimento metodológico de “dissecação de materiais audiovisuais” proposto por Kilpp (2010).

Biografia Autor

Ricardo Weschenfelder

Graduado em Cinema (2002) pela Universidade do Sul de Santa Catarina, Brasil.
Mestre em Literatura (2009) pela Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil.
Doutorando em Comunicação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Brasil.
Professor de comunicação e artes no Centro Universitário de Brusque e da Associação Educacional Leonardo Da Vinci, Santa Catarina, Brasil. Atua como realizador audiovisual. Autor de artigos e do livro: A linguagem do vídeo. Florianópolis: Editora Guarapuvú, 2009.

Downloads

Publicado

31-10-2015

Como Citar

Weschenfelder, Ricardo. 2015. «Rastros Do invisível No Cinema: A Perspectiva Do Olhar Ausente». Estrema: Revista Interdisciplinar De Humanidades 1 (7). Lisboa, Portugal.:20. http://estrema.letras.ulisboa.pt/ojs/index.php/estrema/article/view/72.

Edição

Secção

Artigos